Mesa ao Vivo Serra Gaúcha pelas mãos de chefs locais

Chefs do Rio Grande do Sul mostraram ao público presente ao Mesa ao Vivo Serra Gaúcha, promovido pela revista Prazeres da Mesa, durante a Expobento, em Bento Gonçalves, como os ingredientes regionais podem ganhar toques de sofisticação a partir de técnicas diferenciadas.



Vicente Perini, do Quinta Estação, em Caxias do Sul, escolheu queijo serrano e javali para a sua aula-show.



O prato foi preparado pelo chef em moldes quadrados.




A receita foi uma lasanha de abobrinha, com javali, queijo serrano e nata.



Rodrigo Bellora, do restaurante Vale Rústico, no Vale dos Vinhedos, fez uma demonstração sobre defumação e cozimento em baixa temperatura.



As técnicas foram apresentadas com um matambre defumado em folhas de laranjeira 

Com risoto de linguiça e funcho, com um toque de farinha de bergamota.



O chef italiano Mauro Cingolani, da faculdade de Gastronomia UCS-ICIF, de Flores da Cunha, fez uma versão de um prato clássico com toques de modernidade.



O tortelli de abóbora com farinha de manteiga e sálvia impressionou pela combinação da abóbora com mostarda de Cremona (compota de frutas com toque de mostarda) e amaretti (biscoito amargo de amêndoas) com folhas de sálvia empanadas.

O chef fez diferentes apresentações.



Também foi uma versão de massa a receita escolhida por Matheus Loureiro, professor do Senac, para a sua aula-show.



Um sorrentino com massa nas cores verde (erva-mate), amarelo (curcuma) e vermelho (beterraba), servido com manteiga de hortelã e grapa, homenageou o Rio Grande do Sul.



0 comentários:

Postar um comentário