Mesa ao Vivo Serra Gaúcha valoriza ingredientes regionais

Os ingredientes regionais se transformaram, pelas mãos de chefs brasileiros e estrangeiros, nas estrelas do primeiro dia do Mesa ao Vivo Serra Gaúcha, na Expobento. Aulas-show promovidas pela revista Prazeres da Mesa mostraram como os produtos locais podem ganhar lugar de destaque com novas técnicas e influências.



As aulas são realizadas em um auditório, em meio à Expobento, próximo à pequena vila que reproduz a Bento Gonçalves de antigamente e onde estão as vinícolas com seus produtos.




Ivan Achcar, do Alma Esquina e do Alma Cozinha, em São Paulo, que pratica uma cozinha criola, abriu as apresentações e escolheu javali, quirera, nata e queijo serrano como ingredientes de seus pratos.



Preparou uma copa lombo marinada e curada, cozida em baixa temperatura e depois finalizada com molho de laranja e mel. Para acompanhar, quirera com manteiga, nata e queijo serrano, com uma consistência que lembra um risoto. O chef se disse encantado com a nata produzida aqui no Sul.



A segunda aula-show foi comandada pelo chef francês Yann Corderon, do bistrô L’Amitié, em São Paulo. A proposta do chef foi valorizar dois ingredientes da cozinha brasileira: couve-flor e rabanete.



Yann preparou um namorado com farinha panko, cuscuz de couve-flor e picles de rabanete.



A chef de Bento Gonçalves, Marcia Dalla Chiesa, do restaurante Sapore & Cucina, combinou polenta brustolada com bacalhau e tapenade de azeitonas pretas.



O preparo do bacalhau inclui a nata como um dos ingredientes. A chef Marcia chamou atenção para o fato de este prato ser trabalhoso, porque o bacalhau deve ser batido, à mão, com muito, mas muito mesmo, azeite de oliva até que fique bem desfiado e cremoso. O que dá cerca de 15min batendo com uma colher. Quer ter a ideia de quanto azeite de oliva? São 500ml de azeite para 500g de bacalhau. Mas vale todo o investimento. Só uma ressalva, esta receita tem que ser servida sempre fria, como utiliza muito azeite de oliva, se aquecer, perde a cremosidade e desanda.

No próximo post conto mais do primeiro dia do Mesa ao Vivo Serra Gaúcha, que se estende até o próximo sábado, em Bento Gonçalves.

  



0 comentários:

Postar um comentário