Um brinde à cozinha gaúcha

Chefs gaúchos e do centro do país prepararam o jantar magno de encerramento do Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul, no PPKB Kitchen & Bar, em que as grandes estrelas foram os ingredientes regionais. Para dar início à grande aventura gastronômica, os convidados foram recepcionados com espumante Domno .Nero Blanc de Blancs e Aurora Procedencias Brut Chardonnay.




Vico Crocco foi responsável pela entrada: Surpresa de PANCs (plantas alimentícias não convencionais) com queijo Labneh da Casa da Ovelha. O prato foi harmonizado com o espumante Gran Legado Brut Champenoise.



A entrada quente, do chef Marcos Livi, foi a maior surpresa da noite: Cogumelos, horta, brotos e flores servidos em diferentes versões  (farinha, creme), em cascas de ovos. Muito lúdico, dando ares de brincadeira. A harmonização foi com um Chardonnay Lídio Carraro Dádivas.



A chef Morena Leite, do restaurante Capim Santo, de Trancoso, na Bahia, respondeu pelo prato vegetariano: Ravióli de tapioca recheado com queijo da Serra da Canastra ao molho de ervas. O rávioli foi acompanhado do Chardonnay Casa Valduga Leopoldina.



Juarez Campos, chef do restaurante Oriundi, em Vitória, foi responsável pelo Peixe All’acqua pazza, com mousseline de couve-flor, harmonizado com Sauvignon Blanc Villa Francioni.



Cordeiro do Pampa em duas versões, com molho de sua redução foi o escolhido por Floriano Spiess para representar sua cozinha do Floriano Spiess Cozinha de Autor. O vinho que acompanhou o prato foi o Miolo Lote 43.




A sobremesa, da chef carioca Flávia Quaresma, reuniu os sabores cítricos tão característicos da mesa no Rio Grande do Sul. O crémeux de laranja e bergamota ao capim limão com farofa de coco e avelã  foi servido com o vinho de sobremesa Aurora Colheita Tardia.
O Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul foi realizado pela revista Prazeres da Mesa e Senac.


0 comentários:

Postar um comentário