Alecrim é o tempero especial do bolo amanteigado de laranja


 Há três aromas que me fazem voltar à infância: de pão quentinho, de café coado e de bolo recém saído do forno. Não importa se pão doce ou salgado, mas o café é feito à mineira, coado com água aquecida já com açúcar. Os bolos, esses, podem ser de qualquer sabor, mas prefiro os simples, sem recheio ou cobertura.
Foi pensando num bolo simples, porém com um toque diferente, fofinho e ideal para acompanhar café ou chá que me lancei à cozinha. A ideia inicial era bater um bolinho de laranja amanteigado. Para fugir do tradicional, adicionei farinha de amêndoas, o que deu maciez à massa, e um tempero especial: o alecrim.
A combinação dos ingredientes, a princípio pode parecer inusitada, no entanto, o resultado surpreende.



Bolo de laranja com alecrim


200g de açúcar cristal
2 colheres (chá) de alecrim fresco
100g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
100g de farinha de amêndoas
200g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
raspas de casca de 2 laranjas
4 ovos
½ colher (chá) de essência de baunilha

Calda
Suco de 2 laranjas
2 colheres (sopa) de açúcar cristal
1 galho de alecrim fresco

Como fazer

1. Em um pilão, soque o alecrim com um pouco de açúcar até que esteja bem macerado. Reserve.
2. Preaqueça o forno a 180 graus.
3. Unte uma forma de bolo inglês com manteiga, forre com papel-manteiga e unte novamente.
4. Peneire a farinha de trigo com o fermento e o sal.
5. Junte a farinha de amêndoas e misture bem.
6. Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar aromatizado com alecrim, o restante do açúcar e as raspas de laranja até que fique um creme bem fofo.
7. Adicione os ovos, um a um, batendo sempre.
8. Acrescente a baunilha e bata mais um pouco.
9. Reduza a velocidade da batedeira e junte, aos poucos, os ingredientes secos peneirados e misture delicadamente, de baixo para cima, cuidando para manter a fofura da massa.
10. Coloque a massa na forma e leve ao forno por cerca de 40min ou até que espetando um palito este saia limpo.
11. Enquanto o bolo assa, prepare a calda, levando ao fogo o açúcar e o suco de laranja e mexa até que o açúcar derreta.
12. Junte o alecrim e deixe ferver por cerca de 2min.
13. Retire o alecrim.
14. Com um palito, fure toda a superfície do bolo já assado.
15. Vá regando com a calda, deixando que seja absorvida pelo bolo.
16. Deixe esfriar para desenformar.

Dica da Bete




* Como utilizei uma forma menor, a massa rendeu dois bolos.

* O açúcar cristal pode ser substituído por açúcar refinado.

* O papel-manteiga ajuda a desenformar o bolo. Se utilizar forma não aderente, dispensa o papel.

Saiba mais


* Em Hamlet, Ofélia, diz a seu irmão, Laerte, que alecrim é bom para a memória. Pesquisadores confirmam essa tese ao afirmarem que a erva tem propriedades que melhoram a circulação sanguínea cerebral, estimulando os campos de concentração e memória.

* Na Idade Média, o alecrim era considerado a erva de felicidade, porque consideravam que combateria a depressão.



0 comentários:

Postar um comentário