Jantar uniu a boa mesa mineira e a literatura de Guimarães Rosa

As mesas das épocas da seca e da fartura no sertão mineiro, presentes nas obras do escritor Guimarães Rosa, serviram de inspiração para que os chefs Leonardo Magni e Liliana Adriola, do restaurante Mandarinier, preparassem o segundo jantar do projeto Literatura e Gastronomia: Da Estante à Mesa, no Instituto Ling.



Os ingredientes e os pratos presentes nas narrativas do escritor mineiro, com destaque para Grande Sertão: Veredas e Sagarana, compuseram o cardápio preparados pelos chefs. Bete Duarte fez a pesquisa e apresentação dos aspectos literários, e Rodrigo Albernaz, da Porto a Porto, a harmonização com vinhos e espumantes.




Os convidados foram recepcionados com um pão recém saído do forno e azeite aromatizado com quiabo.



A entrada foi um creme de batata doce com paçoca de carne seca e pesto de ora-pro-nóbis. Harmonizado com Cava Don Roman Brut.



O prato principal foi um porco compactado com molho de rapadura, vinagrete de feijão fradinho e purê de queijo da Serra da Canastra, harmonizado com o vinho tinto português Tons de Duorum.



A sobremesa, sorvete de milho com coco, farelo de amendoim e cremoso de doce de leite, harmonizado com vinho Madeira Justino’s.



Um encerramento bem mineiro, com café passado em coador de pano



E biscoitinhos de limão siciliano e sequilhos.



   

0 comentários:

Postar um comentário