Floriano Spiess prepara cardápio inspirado na obra de Jorge Amado

A gastronomia na obra de Jorge Amado serviu de inspiração para o jantar preparado pelo chef Floriano Spiess dentro do projeto Da Estante à Mesa: Literatura e Gastronomia, no Instituto Ling. O chef preparou o cardápio com a ajuda de sua sous chef baiana Fabiana Sasi.



A entrada foi um mini acarajé recheado com vatapá, camarão seco, caruru e vinagrete de tomate seco, harmonizada com Cava Don Roman Demi-sec.



Como mimo aos convidados, um prato a mais foi oferecido: salada de feijão fradinho com bacalhau.  



O prato principal seguiu uma máxima que a filha de Jorge Amado, Paloma, contou sobre o pai. Ela dizia que o maior erro que podiam cometer com o autor de Gabriela, Cravo e Canela era servir pouca comida. Floriano Spiess montou um prato com miniabóbora recheada com bobó de siri catado, moqueca de robalo com camarões, arroz cozido no leite de coco e farofa de dendê. Para acompanhar todas essas delícias, o vinho Regia Colheita Doc, do Alentejo.



Para finalizar, um trio: quindim e cocada preta, dois dos doces mais vendidos nos tabuleiros das baianas de Jorge Amado, e um arroz de leite cremoso, polvilhado com canela, que despertou suspiros. O vinho de sobre Nederburg Noble L;ate Harbvest, da África do Sul.



Entre um prato e outro fiz as costuras com as citações gastronômicas na obra do autor baiano. Foi uma feliz parceria com o chef Floriano Spiess e a sous chef Fabiana Sasi e com  Rodrigo Albernaz, da Porto a Porto, responsável pela harmonização  





0 comentários:

Postar um comentário