Primeiro dia do Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul repleto de emoções

As receitas herdadas de família inspiraram os chefs e emocionaram o público que participou das aulas do primeiro dia do Mesa ao Vivo RS, realizado pela revista Prazeres da Mesa, no Senac.



 A responsabilidade da abertura ficou com o chef senegalês Mamadou Sène



Como lembrança da cozinha de infância, o chef escolheu apresentar o maffé: um prato de cordeiro com molho de pasta de amendoim e especiarias como canela, cardamomo e anis estrelado.



O chef Leonardo Magni, do Mandarinier, trouxe a receita do codorna com polenta de sua vó com uma versão mais moderna.



Fabiano, o Pãozeiro, ensinou a construção do levain, fermento natural, e o preparo de foccacia.



Geovane Carneiro, chef do D.O.M., de Alex Atala deu uma demonstração de porque o restaurante é considerado o sexto melhor restaurante do mundo.

A maior homenagem



O chef gaúcho Marcos Livi transformou a sua aula em uma grande homenagem ao escritor Luis Fernando Verissimo, que completa este ano 80 anos. Ao mesmo tempo em que o Verissimo Bar, do chef Livi em São Paulo, comemora 10 anos.



Luis Fernando Verissimo e Lucia Verissimo brilharam no palco com as histórias de vivencias gastronômicas do casal, intermediadas por Sara Bodowsky.


 Marcelo Serrano, mixologista do bar Verissimo, preparou drinks incríveis



Drinks que parecem obras de arte


Coloridos e inovadores



Pedro, filho de Luis Fernando e Lucia, cantou em homenagem ao pai



O texto "O Ovo", do autor gaúcho homenageado foi lido pela chef Grazi




Uma das tapas preparadas por Livi foi um ceviche de ostras e vieiras ao leite de tigre com leite de coco e iogurte natural e tuille com brotos e picles



A seguir peixe rei com sopa de mexilhões ao leite de coco com gengibre, açafrão e limão siciliano.



O cordeiro defumado com legumes completou o show de delícias.





E, para completar a festa, o chef Marcos Livi anunciou que em 2018 São Paulo contará com mais um registro da cultura gaúcha: o chef abrirá o bar Lupicínio.



No Melhores da Cidade, petiscos do restaurante Sharin



Como as bolinhas de leite



Agora, é esperar as surpresas de amanhã


0 comentários:

Postar um comentário